Aditivos e Ingredientes
Bebidas

Ácido Cítrico Anidrico
O Ácido Cítrico Anidro é produzido através do processo de fermentação, tendo o açúcar como substrato. É produzido de acordo com as Boas Práticas de Fabricação (BPF) e monitoramento das Análises de Perigos de Pontos Críticos de Controle (APPCC). A solubilidade do Ácido Cítrico em água é de 60g/100mL a 20°C. Sabe-se ainda que o mesmo é solúvel também em Álcool Absoluto 99,9% e em Propilenoglicol.
Ácido Fosfórico 85%

Ácido fosfórico ou ácido ortofosfórico é um composto químico fórmula molecular H3PO4. É o ácido de fósforo mais importante. Dentre os ácidos minerais, pode ser considerado um ácido mais fraco. A partir do ácido fosfórico derivam-se o ácido difosfórico ou pirofosfórico, o ácido metafosfórico e o ácido polifosfórico.


É muito solúvel em água e solúvel em etanol. O ácido fosfórico é muito deliquescente e é geralmente fornecido como uma solução aquosa concentrada a 85%.


Indústria de fertilizantes, indústria de produção de sal mineral para alimentação animal, formulação de detergentes, decapante, refrigerantes. Indústria de bebidas Odontologia: utilizado para condicionamento de tecido dentário para fixação de sistemas adesivos Indústria farmacêutica Indústria de bebidas Usina de chocolate Indústria farmacêutica.

Benzoato de Sódio

Ácido fosfórico ou ácido ortofosfórico é um composto químico fórmula molecular H3PO4. É o ácido de fósforo mais importante. Dentre os ácidos minerais, pode ser considerado um ácido mais fraco. A partir do ácido fosfórico derivam-se o ácido difosfórico ou pirofosfórico, o ácido metafosfórico e o ácido polifosfórico.


É muito solúvel em água e solúvel em etanol. O ácido fosfórico é muito deliquescente e é geralmente fornecido como uma solução aquosa concentrada a 85%.


Indústria de fertilizantes, indústria de produção de sal mineral para alimentação animal, formulação de detergentes, decapante, refrigerantes. Indústria de bebidas Odontologia: utilizado para condicionamento de tecido dentário para fixação de sistemas adesivos Indústria farmacêutica Indústria de bebidas Usina de chocolate Indústria farmacêutica.

Corantes

Um corante é toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta. Pode ser uma tintura, pigmento, tinta ou um composto químico.


Num sentido mais estrito, corantes são substâncias compostas e compostos químicos, tanto naturais (e suas modificações) quanto sintéticos, relativamente definidos e até puros normalmente aplicados na forma de suas soluções, tanto em água quanto em outros solventes, destacadamente o etanol, que se fixam de alguma maneira, predominantemente por fenômenos em escala molecular a um substrato, que pode ser um tecido (têxtil), papel e outros derivados de celulose, cabelo humano e pelos de animais, couro e diversos materiais. Dentro de um conjunto de requerimentos ideais, as substâncias corantes devem ser estáveis à luz, especialmente a ultravioleta e aos processos de lavagem e à ação da água, como da chuva.


Cacau em Pó

O cacau em pó é feito com a amêndoa de cacau moída sem a manteiga.

Diferentemente do chocolate em pó, não possui açúcar em sua formulação.

Cafeína

A cafeína é um composto químico de fórmula C8H10N4O2 — classificado como alcaloide do grupo das xantinas e designado quimicamente como 1,3,7-trimetilxantina.

É encontrado em certas plantas e usado para o consumo em bebidas, na forma de infusão, como estimulante.

Corantes Artificiais

Um corante é toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta. Pode ser uma tintura, pigmento, tinta ou um composto químico.


Num sentido mais estrito, corantes são substâncias compostas e compostos químicos, tanto naturais (e suas modificações) quanto sintéticos, relativamente definidos e até puros normalmente aplicados na forma de suas soluções, tanto em água quanto em outros solventes, destacadamente o etanol, que se fixam de alguma maneira, predominantemente por fenômenos em escala molecular a um substrato, que pode ser um tecido (têxtil), papel e outros derivados de celulose, cabelo humano e pelos de animais, couro e diversos materiais. Dentro de um conjunto de requerimentos ideais, as substâncias corantes devem ser estáveis à luz, especialmente a ultravioleta e aos processos de lavagem e à ação da água, como da chuva.


Corante Caramelo

Um corante é toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta. Pode ser uma tintura, pigmento, tinta ou um composto químico.


Num sentido mais estrito, corantes são substâncias compostas e compostos químicos, tanto naturais (e suas modificações) quanto sintéticos, relativamente definidos e até puros normalmente aplicados na forma de suas soluções, tanto em água quanto em outros solventes, destacadamente o etanol, que se fixam de alguma maneira, predominantemente por fenômenos em escala molecular a um substrato, que pode ser um tecido (têxtil), papel e outros derivados de celulose, cabelo humano e pelos de animais, couro e diversos materiais. Dentro de um conjunto de requerimentos ideais, as substâncias corantes devem ser estáveis à luz, especialmente a ultravioleta e aos processos de lavagem e à ação da água, como da chuva.


Dióxido de Titânio

O dióxido de titânio[1] é particularmente útil para o tratamento de água não potável. Funcionando como um filtro, o material é eficiente e de baixo custo, evitando incrustações e bloqueando a passagem de quaisquer contaminantes.


O dióxido de titânio, também conhecido como o titânio (IV) ou óxido de titânio, é o óxido natural de titânio, com a fórmula química TiO2. Tem uma vasta gama de aplicações, desde tintas para pintura até protetores solares e corante alimentar. Quando usado como pigmento, é chamado de titânio branco, pigmento branco 6 ou CI 77891.


Quando usado como corante de alimentos, tem o número E E171.

Diatomita

As aplicações da Diatomita são diversas, tais como: isolações térmicas, polimento, filtros, tintas, borracha, argamassas, concretos entre outras aplicações.


Material em forma de pó, insolúvel em água, inodoro, não inflamável, não perecível e atóxico, além de possuir baixa granulometria. Composição básica: Dióxido de Silício (SiO2).


Tratamento de Água: atua como filtrante no tratamento de água potável e industrial. Esta forma uma pré-capa na parede do filtro, aprimorando a vazão do filtrante além de auxiliar a retenção de partículas, eliminando assim, turbidez.

Etilvanilina

Etilvanilina é o composto orgânico com a fórmula (C2H5O)(HO)C6H3CHO. Este sólido incolor com característico odor de baunilha consiste de uma anel benzênico com grupos hidroxila, etóxi e formila nas posições 4, 3 e 1 posições, respectivamente. É relacionada proximamente a mais levemente menor molécula da metilvanilina.



Goma Guar

Guar é uma goma obtida das sementes da Cyamopsis tetragonolobus ou da Cyamopsis psoraloides, nativas da Índia. Cultivada também no Paquistão (onde se concentram os produtores), é utilizada na indústria de alimentos.


É utilizado como espessante, estabilizante, emulsificante e agente de corpo. Atualmente é frequente a adição desta substancia pelos fabricantes em certas marcas de iogurtes e uso muito importante no espessamento de sorvetes, congelados, molhos e temperos.


Hoje ela está sendo coadjuvante no processo de fraturamento hidráulico das rochas subterrâneas para extrair o gás de xisto, causando desabastecimento na indústria de alimentos e o consequente aumento de preço do aditivo.

Goma Xantana

A Goma Xantana (C35H49O29) é um polissacarídeo obtido naturalmente pela fermentação da bactéria Xanthomonas campestris, que sintetiza a goma para evitar sua desidratação. É um aditivo bastante utilizado na indústria farmacêutica e alimentícia como estabilizante, espessante e emulsificante.



Sorbato de Potássio

O sorbato de potássio é um sal de potássio do ácido sórbico, conservante fungicida e bactericida, inibidor de crescimento de bolores e leveduras, amplamente utilizado na alimentação como conservante. O ácido sórbico se encontra em forma natural em alguns frutos, contudo geralmente, utiliza-se o Sorbato de Potássio na indústria alimentar, pois é mais solúvel em água que o Ácido Sórbico.


Ele impede rancidez e mofos em margarinas e maioneses. Muito utilizado também na produção de queijos de corte, frescos e fundidos. Quando empregado no segmento de bebidas, molhos, doces, panificação entre outras aplicações, evita a formação de mofos e bolores.


Vanilina

Vanilina é um aldeído fenólico, um composto orgânico com a fórmula molecular C8H8O3 ou (CH3O)(OH)C6H3CHO (3-metoxi-4-hidroxibenzaldeído). Seus grupos funcionais incluem aldeído, éter e fenol. É uma das substâncias olorosas mais apreciadas para criar aromas artificiais. É um composto cristalino de cor branca solúvel em clorofórmio e éter.


É o principal componente do extrato da semente de baunilha. Vanilina sintética, ao invés de extrato de baunilha natural, às vezes é usada como um agente aromatizante em alimentos, bebidas e produtos farmacêuticos, sendo uma das substâncias olorosas mais apreciadas para este fim.